O sorriso
melina.flores

melina.flores

O sorriso

Texto extraído do livro Método de Boas Maneiras – Comendador DeRose

O sorriso

O mundo é como um espelho: sorria para ele e só verá sorrisos. Se há uma linguagem universal, essa é o sorriso. Você pode não falar o idioma de um determinado país, mas ao sorrir para as pessoas, todos o compreendem e retribuem. O sorriso serve como cumprimento, como pedido de desculpas e como aceno silente e simpático quando olhares se cruzam.
Se você entra num ambiente e sorri para os que lá estão, é como se estivesse lhes dizendo: “Como vão? Estou feliz por
vê-los.” Se, ao conduzir seu automóvel, comete um erro no trânsito, o sorriso pode significar: “Desculpe, amigo, foi sem querer.”

Em minhas aulas digo coisas capazes de fazer corar urna estátua de mármore, mas, como falo sorrindo, o público ri comigo e não se ofende. Pessoas sisudas terminam por absorver uma impressão azeda do mundo, pois os demais vão refletir sua fisionomia e retribuir com a mesma frieza ou antipatia.
Treine todos os dias um exercício de musculatura da face. Procure erguer os músculos que se situam bem abaixo dos olhos. São aqueles que os desenhistas costumam representar com um arco sob os olhos quando desejam indicar simpatia e felicidade. O sorriso é o nosso grande trunfo. Denota civilidade, educação, delicadeza, confiança em si mesmo… E abre muitas portas! Acima de tudo, sorrir rejuvenesce mais do que uma cirurgia plástica e é muito mais barato.

37781383271_11717269b9_b

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Agende uma visita

Próximos Eventos

Não existem eventos futuros deste vez.

Inscreva-se na nossa newsletter