A Liderança sob diferentes enfoques
A Liderança sob diferentes enfoques
Diego Nogueira

Diego Nogueira

A Liderança sob diferentes enfoques

Artigo escrito pelo instrutor Sandro Thomas.

Liderança é um tema bastante recorrente em nossas leituras e conversas com amigos. Credito a razão deste interesse ao fato de desejarmos, admirarmos e nos emocionarmos com os grandes feitos, com o sucesso de projetos bem executados, com a superação de limites mediante situações desafiadoras, com experiências que nos remetem a uma situação de progresso, cuja empreitada exigiu visão, organização, execução com afinco, trabalho em conjunto e celebração de objetivos atingidos.
Como muitos ambientes profissionais enfatizam o trabalho para o desenvolvimento e aprimoramento de lideranças, a partir de minha atuação profissional tive a oportunidade de participar de um programa de formação de líderes onde, através de um módulo ministrado pela Hay Group, foi possível desenvolver e aprimorar a minha compreensão sobre liderar, ser liderado, e também sobre os diferentes estilos de liderança, entre eles:
• Diretivo – Estimula a adesão imediata;
• Visionário – Mobiliza pessoas rumo à uma visão;
• Afetivo – Cria harmonia e constrói laços emocionais;
• Modelador – Estabelece altos padrões de desempenho;
• Democrático – Busca consenso através da participação;
• Treinador – Desenvolve pessoas para o futuro.
Isso significa que, quando se exerce uma liderança, não utiliza-se apenas um, mas uma combinação destes. E o mais interessante é que os estilos de liderança possuem vantagens e desvantagens quando analisados à luz de determinadas situações. E ainda, que a liderança pode ser permanente ou temporária, a depender do cenário em que nos encontrarmos. Para melhorar o entendimento, ampliaremos a definição sobre alguns estilos.
No Diretivo, por exemplo, o principal objetivo é que o líder obtenha imediata adesão dos liderados às suas idéias e instruções, é mais efetivo em momentos de muita urgência, cujo não atendimento imediato poderá gerar consequencias indesejáveis. No entanto, este pode-se mostrar menos efetivo quando atividades a serem executadas forem mais complexas, ou quando este estilo de liderança predominar por um longo período.
O Visionário caracteriza-se pelo fato do líder compartilhar com seus os liderados a sua visão à longo prazo, efetivo naquelas interações em que é necessário que a equipe permaneça conectada com o seu propósito, especialmente sendo o líder uma reconhecida autoridade no assunto em questão e que, justamente por ser esta referência, inspira seus liderados. Todos nós já nos sentimos impulsionados a realizar muitas coisas pelo fato de estarmos totalmente cativados e inspirados por uma liderança.
No Afetivo, por sua vez, o líder prioriza estabelecer interações positivas entre as pessoas do grupo, contornando as situações de confronto. Pode ser bastante efetivo em situações em que o grupo é inicialmente heterogêneno e potencialmente conflitante, e menos efetivo naquelas situações em que a performance do grupo não está alinhada aos resultados esperados e que mudanças precisam ser implementadas.
A sensibilidade da liderança em perceber o ambiente é fundamental para identificar as disposições emocionais e mentais de um grupo a fim de definir qual estilo deverá sobressair em cada momento ou situação. E para facilitar esta percepção, considero que trabalhar a expansão da consciência e o autoconhecimento sejam fundamentais neste processo.
Como praticante e instrutor do Método DeRose, identifico nesta cultura que tem como ênfase a alta performance, as boas relações humanas, que visa a expansão da consciência e o autoconhecimento, resultados que têm potencializado o entendimento e a prática do meu perfil de liderança, através do exercício da auto-observação, do feedback e do aprimoramento constante. Com melhor entendimento de propósito, mais integração e disposição, estaremos bem mais preparados para tomarmos decisões acertadas que possam contribuir para a criação de um mundo melhor.
“Os gestores fazem as coisas de forma certa. Os líderes fazem as coisas certas.” Warren G. Bennis

Captura de Tela 2014-07-10 às 17.42.54
Sandro Thomas é Gestor de Projetos e praticante do Método DeRose desde 2004.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Agende uma visita

Próximos Eventos

Não existem eventos futuros deste vez.

Inscreva-se na nossa newsletter